nº 415, publicada a 20 de Outubro de 2014

No México novos mundos se abrirão, mas não poderá o homem controlar mais, o que nunca controlou e pensou estar sempre controlado.

RECEBIDA:MF

25 de Abril de 2014