Filtrar Mensagens:

  

nº 221, publicada a 10 de Junho de 2014

Caminharão muitos sobre rios de água em Veneza, quando ao longe as tormentas se unirem num movimento revolto.

RECEBIDA: CL

04 de Novembro de 2013

  

nº 222, publicada a 10 de Junho de 2014

Padecerão a revolta daqueles que em Istambul conhecerão a justiça do Criador, quando a seus pés muitos estarão inertes de vida.

RECEBIDA: CL

05 de Novembro de 2013

  

nº 223, publicada a 10 de Junho de 2014

Sobre as lajes onde descansa Pedro, a dor será imensa, muitos ali irão jazer ás mãos do inimigo do bem.

RECEBIDA: CL

06 de Novembro de 2013

  

nº 224, publicada a 10 de Junho de 2014

Andarão revoltas as terras nas vossas ilhas e causarão a dor e a destruição aqueles cujo corpo lá permanece.

Sucumbirão muitos à desgraça sem que haja tempo para que se salvem.

RECEBIDA: CL

07 de Novembro de 2013

  

Concretizadonº 225, publicada a 10 de Junho de 2014

Em terras de refúgio de cruzados, o céu se abrirá numa dor imensa que sem alento sobre eles se abaterá.

Saciarão as armas num fogo desprezado e sem que seja possível cala-las, erguer-se-ão ao céu num fumo inerte que muitos arrastará para junto do Pai.

RECEBIDA: CL

CONCRETIZADA: 23/10/2017

EXPLICAÇÃO:

Os incêndios ocorridos nos dias 15/16 e 17 de Outubro de 2017 em Portugal em vários concelhos a norte do Rio Tejo e a consequente perda de vidas humanas (44), a incapacidade do País de ter feito frente a tão grande calamidade e tragédia e a "inércia" aparente dos governantes que levaram à rua manifestações de pesar e protesto um pouco por todo o País no dia 21 de Outubro de 2017.

https://www.rtp.pt/noticias/pais/incendios-em-portugal-a-situacao-ao-minuto_e1034010

http://observador.pt/2017/07/25/imagem-de-satelite-mostra-incendios-no-centro-do-pais/

http://expresso.sapo.pt/sociedade/2017-10-20-Numero-de-mortos-nos-incendios-sobe-para-44

https://www.youtube.com/watch?v=gOzGEhtigSY

07 de Novembro de 2013

  

nº 226, publicada a 10 de Junho de 2014

Uma chuva de luz cairá sobre a Terra.

RECEBIDA: CL

10 de Novembro de 2013

  

nº 227, publicada a 10 de Junho de 2014

Agitar-se-ão as tormentas em terra de Napoleão do Sul, imensa será a sua destruição.

RECEBIDA: CL

10 de Novembro de 2013

  

Concretizadonº 228, publicada a 10 de Junho de 2014

Na cidade cuja torre se eleva no céu, o inimigo espreita aguardando o momento em que muitos cairão a seus pés numa vingança desmedida de dor.

Ficarão as estruturas de uma nação abaladas no seu interior.

RECEBIDA: CL

CONCRETIZADA

EXPLICAÇÃO:

Este acontecimento refere-se ao atentado ocorrido em PARIS a 13 de Novembro de 2015.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Ataques_de_novembro_de_2015_em_Paris

11 de Novembro de 2013

  

nº 229, publicada a 10 de Junho de 2014

Caminharão sobre chão inquieto aqueles que na Tailândia não pautaram a vida pelos desígnios do bem.

RECEBIDA: CL

13 de Novembro de 2013

  

nº 230, publicada a 10 de Junho de 2014

Zonas do globo desaparecerão e populações serão dizimadas.

RECEBIDA: CL

13 de Novembro de 2013

  

nº 231, publicada a 10 de Junho de 2014

Sobre o Sul de Espanha se erguerão as tormentas do céu, tudo o que havia para cessar será levado para longe.

O choro ecoará num perdão que ninguém o terá.

O Mundo padece de tanta desgraça que sobre Espanha se abaterá.

RECEBIDA: CL

16 de Novembro de 2013

  

nº 232, publicada a 10 de Junho de 2014

Cairá a morte sobre os céus da Alemanha.

RECEBIDA: CL

16 de Novembro de 2013

  

nº 233, publicada a 10 de Junho de 2014

A fragilidade do homem será mostrada quando no Japão a força da justiça se manifestar.

RECEBIDA: CL

18 de Novembro de 2013

  

nº 234, publicada a 10 de Junho de 2014

Não haverá tempo em Berlim para salvar as almas da ceifa descontrolada que sobre os corações de muitas mães se abaterá.

O desespero será muito e a dor imensa.

RECEBIDA: CL

18 de Novembro de 2013

  

nº 235, publicada a 10 de Junho de 2014

Grande desgraça se abaterá sobre Cartagena.

RECEBIDA: CL

18 de Novembro de 2013

  

nº 236, publicada a 10 de Junho de 2014

Atendei à Noruega onde a dor e o desespero tomarão contas das tormentas.

RECEBIDA: CL

18 de Novembro de 2013

  

nº 237, publicada a 10 de Junho de 2014

Escorrerão as tormentas em movimentos de morte na Madeira, o inesperado não esperado tudo assolará à sua passagem.

A morte permanecerá no coração dos que jamais se encontrarão.

RECEBIDA: CL

20 de Novembro de 2013

  

nº 238, publicada a 10 de Junho de 2014

Chorarão as mães ao som das flautas na Bolívia quando a mãe terra se lhes apoderar dos filhos.

RECEBIDA: CL

20 de Novembro de 2013

  

nº 239, publicada a 10 de Junho de 2014

Padecerão terra e mar num movimento de água inerte de luz em Espanha, quando ao longe o homem e o seu poder mostrarem a destruição.

RECEBIDA: CL

20 de Novembro de 2013

  

nº 240, publicada a 10 de Junho de 2014

Organizam-se as trevas para fazer a justiça do oposto.

Sobre o senhor da cidade do imperialismo, paira ameaça sobre ele atentando para uma ceifa não conseguida.

RECEBIDA: CL

20 de Novembro de 2013