Filtrar Mensagens:

  

nº 1021, publicada a 20 de Novembro de 2017

Ás ordens de Franco uma enorme etapa para o fim terá lugar na mais alta montanha.

Guerreiros desprovidos de fé caminharão em direcção ao país vizinho num desmedido caminho de for e de sofrimento.

Muitas lanças perfurarão os corações dos que sobre a terra cairão mortos num desamparado movimento de corrupio.

Ao longe o uivo dos cavalos ecoará num desmedido choro do dever cumprido.

Poucos restarão sobre a terra e nada poderá mudar aquilo que lhes estás destinado.

RECEBIDA: CL

06 de Agosto de 2013

  

nº 1022, publicada a 20 de Novembro de 2017

Quando os pilares da revolução sobre o mar tremerem ao longe, a cidade será devastada pela força das ondas que no horizonte se imporão num desmedido movimento de maré que tudo assolará à sua passagem.

A queda é eminente e pouco restará junto dos navegadores de valentia, cobardes agora com as suas embarcações colhidas pelas águas.

Tudo ficará deitado num murmúrio infinito de dor e a história não terá fim, andarão perdidos com a falta de chão entre os dedos.

RECEBIDA: CL

06 de Agosto de 2013

  

nº 1023, publicada a 20 de Novembro de 2017

Caracas sucumbirá à nuvem mais negra que do céu aparecerá aberta de luz que tudo deixará inerte à sua passagem.

A imensidão do clarão será avistada na mais longínqua das montanhas e muitos cegarão pela força que a luz acalenta.

Um aviso de que o Mundo tal como o conheceis terá o seu fim num breve clarão de luz e na imensidão da falta de fé e acalento dos desígnios do Pai.

RECEBIDA: CL

07 de Agosto de 2013

  

nº 1024, publicada a 20 de Novembro de 2017

As águas fustigarão o Rio de Janeiro num desenrolar avassalador.

Pelas encostas jorrará num movimento de morte que muitos deixará sem telhas onde se possam abrigar.

No fundo o mar acompanhará o movimento num embalo avassalador contra a ganância e o poder.

Muito pouco restará da virgindade outrora conhecida, apenas os pilares permanecerão de pé à da chegada daquele que a tudo a justiça aplicará.

RECEBIDA: CL

07 de Agosto de 2013

  

nº 1025, publicada a 20 de Novembro de 2017

Grandes destinos se tomarão em Estrasburgo que ainda mais alimentarão a contrariedade dos desígnios do Pai.

Muitos padecerão para que outros os espezinhem num movimento rodado de dor e desespero.

A raiva sairá fora de todos aqueles que já aguentam o desespero por outros provocado, invocarão o desespero e com eles sucumbirão à perda da fé daqueles que ao seu lado irão jazer.

RECEBIDA: CL

07 de Agosto de 2013

  

nº 1026, publicada a 20 de Novembro de 2017

Atendei a Bengasi onde o renascer do ditador, muito irá mudar nos seus intuitos.

A vassalagem da fé será inerte de vontade num enrolar divino de encantamento pelas espadas que o Mundo calou.

De novo as trevas rondarão numa presença eficaz de uma crueldade desmedida, pois sobre o fio da espada muitos padecerão num fim anunciado.

RECEBIDA: CL

07 de Agosto de 2013

  

nº 1027, publicada a 20 de Novembro de 2017

A doença atacará de forma evidente o Senegal onde muitos padecerão às mãos de um ente desconhecido que muita vida arrancará da Terra logo que seja tempo.

A dor provocada será imensa e poucos haverá para acorrer a tamanha desgraça.

A cura não existe e muitos sucumbirão inertes de vida e cobertos pelo o sangue.

RECEBIDA: CL

08 de Agosto de 2013

  

nº 1028, publicada a 20 de Novembro de 2017

San Marino perderá os pilares da ostentação no desenrolar levado dos que a fé não carregarão e nos braços do ditador repousarão.

Muita beleza do Criador desaparecerá num fechar de olhos eminente quando o Sol se trocar num bailado infame da memória à muito esquecida.

RECEBIDA: CL

08 de Agosto de 2013

  

nº 1029, publicada a 20 de Novembro de 2017

Grande desgraça se abaterá sobre os que na Costa Rica habitam.

O tumulto tirará o lugar à paz caída sobre a terra, olhará indefesa os seus filhos serem levados junto com o leito que correrá desmedido num destino infinito de ganância.

Ao longe o choro das mães órfãs do coração dos seus filhos calará o silêncio.

Muitos padecerão num jazer de vida inerte e num embalo do sono dos justos.

RECEBIDA: CL

08 de Agosto de 2013

  

nº 1030, publicada a 20 de Novembro de 2017

Ao longe os pássaros marcarão o compasso das águas no derrame desmedido de ganância que assolará Timor num movimento rodopiante de vento que tudo arrastará à sua passagem.

O povo elevará as mãos ao céu na procura de respostas para tão grande desgraça.

De pouco adiantará pois os desígnios da justiça iniciarão o seu cumprimento numa cruzada de fé para elevar ao mais alto pico o que o homem perdeu e derrubou sem ordem do criador.

RECEBIDA: CL

09 de Agosto de 2013

  

nº 1031, publicada a 20 de Novembro de 2017

De olhar fixo no fundo das sete colinas ele ora à espera que o seu semelhante lhe traga a boa nova.

O descruzar das chaves iniciar-se-á num movimento invertido da queda dos pilares que em tempos fechou.

Até alinharem o descruzamento cairão um a um num descrédito compassado, numa melodia semelhante ao som descompassado das espadas num duelo sublime de falta de fé.

RECEBIDA: CL

09 de Agosto de 2013

  

nº 1032, publicada a 20 de Novembro de 2017

Grande desgraça se abaterá sobre S. Salvador, não haverá tempo para acudir aos que sucumbirão, aos que das nuvens mais escurem descerem, serão arrastados para longe alguns já inertes.

RECEBIDA: CL

09 de Agosto de 2013

  

nº 1033, publicada a 20 de Novembro de 2017

Novamente as mães da Catalunha chorarão o coração dos filhos colhidos pela desgraça que sobre a terra se irá abater.

Partirão a seu tempo num murmúrio silencioso do fim que para eles denunciaram.

RECEBIDA: CL

10 de Agosto de 2013

  

nº 1034, publicada a 20 de Novembro de 2017

Nova morada conhecerão os filhos da velha senhora.

Pilares antigos, paredes de separados e cobertura de desavindos.

RECEBIDA: CL

28 de Outubro de 2017

  

nº 1035, publicada a 20 de Novembro de 2017

Promovida será a discórdia em Espanha, escondidos os problemas, avivado o passado e atormentada a nação.

RECEBIDA: CL

28 de Outubro de 2017

  

nº 1036, publicada a 20 de Novembro de 2017

Acordados serão os filhos adormecidos de Israel, foragidos os cristãos e em discórdia a nação.

RECEBIDA: CL

29 de Outubro de 2017

  

nº 1037, publicada a 20 de Novembro de 2017

Tomado será o Quénia pelos amigos que próximos são.

RECEBIDA: CL

30 de Outubro de 2017

  

nº 1038, publicada a 20 de Novembro de 2017

Tempos de discórdia se avizinham em casa da velha senhora, filhos muitas vezes sentados à mesa sem encontrar razão, cada um pródigo de si próprio e uma senhora em lágrimas pelo entendimento que não há.

RECEBIDA: CL

31 de Outubro de 2017

  

nº 1039, publicada a 20 de Novembro de 2017

Um rasto de morte deixará o justiceiro das trevas no Nebrasca.

RECEBIDA: CL

03 de Novembro de 2017

  

nº 1040, publicada a 20 de Novembro de 2017

Atormentada será Barcelona pelo presente que recente passado é.

Lágrimas de dor chorarão os que entes perderão na hora escolhida pelos atormentados para fazerem a justiça do oposto.

RECEBIDA: CL

03 de Novembro de 2017