Filtrar Mensagens:

  

nº 1221, publicada a 13 de Agosto de 2018

Nada trará a paz à Síria, que assoberbada pela desgraça, assim continuará dada a vontade do não acontecer dos seus líderes.

RECEBIDA: CL

23 de Julho de 2018

  

nº 1222, publicada a 13 de Agosto de 2018

Novo líder crescerá e homem se fará na Líbia, caminhará pela Pérsia e por Creta trazendo ao Mundo a desgraça do engano que o seu dom acalenta.

RECEBIDA: CL

23 de Julho de 2018

  

nº 1223, publicada a 13 de Agosto de 2018

Eclodirá na Europa o rei que porá em questão a nação, o poder, a justiça e o templo.

Ordenará a tortura e a omissão da verdade, crescerá seu trono pelo poder que lhe darão, será temido no Mundo e ofuscará todos os que de poder munidos o tardarão a perceber.

RECEBIDA: CL

29 de Julho de 2018

  

nº 1224, publicada a 03 de Setembro de 2018

Ondas de desgraça assolarão a Bolívia quando o poder deixar de o ser.

RECEBIDA: CL

30 de Julho de 2018

  

nº 1225, publicada a 03 de Setembro de 2018

Sem soberania estará o mercantilismo na Europa, todos num só de poder e egoísmo que a nação fará colapsar.

RECEBIDA: CL

01 de Agosto de 2018

  

nº 1226, publicada a 03 de Setembro de 2018

Do Nepal apenas restará a memória das almas roubadas pelo destino que não escolhido, ocultado se fará sentir na desgraça.

RECEBIDA: CL

02 de Agosto de 2018

  

nº 1227, publicada a 03 de Setembro de 2018

A dor do Mundo e as preces estarão com Lima. A sombra da desgraça que a natureza vinga tomará lugar.

Aos milhares ficarão no seu encalce, sem que o tempo os traga e que a morte se compadeça.

RECEBIDA: CL

05 de Agosto de 2018

  

nº 1228, publicada a 03 de Setembro de 2018

Chorará a nação por Odemira a perda que o oposto rouba.

RECEBIDA: CL

06 de Agosto de 2018

  

nº 1229, publicada a 03 de Setembro de 2018

União tenebrosa entre o Rei de terras de areia com o poder que a Europa e o Mundo amedrontam.

Unidos para desgraça que o sofrimento imporá a nação inimiga comum que de todo o seu esplendor atormentada resposta enviará.

RECEBIDA: CL

08 de Agosto de 2018

  

nº 1230, publicada a 03 de Setembro de 2018

A paz e o alento estremecerão em Nápoles quando aquele dela nascido aos seus irmãos roubará a alma.

RECEBIDA: CL

15 de Agosto de 2018

  

nº 1231, publicada a 03 de Setembro de 2018

O celeiro e o tecto serão roubados em Vila Nova de Milfontes.

RECEBIDA: CL

17 de Agosto de 2018

  

nº 1232, publicada a 03 de Setembro de 2018

Desespero sem ordem tomará Famalicão, lágrimas de perda não acalentarão o sofrimento.

RECEBIDA: CL

18 de Agosto de 2018

  

nº 1233, publicada a 03 de Setembro de 2018

A dor da luta com a morte que o oposto carrega tomará lugar em Mesão Frio.

Ecos de choro que as lágrimas trazem ecoarão no mais profundo dos vales e no cimo das montanhas.

RECEBIDA: CL

19 de Agosto de 2018

  

nº 1234, publicada a 03 de Setembro de 2018

Massachusetts se tornará em dia que a voz do oposto não se calará no acto que deixará o Mundo atormentado.

RECEBIDA: CL

25 de Agosto de 2018

  

nº 1235, publicada a 03 de Setembro de 2018

Roubada a paz em Mem-Martins quando a água que pouca se tornará para apaziguar a dor.

RECEBIDA: CL

26 de Agosto de 2018

  

nº 1236, publicada a 03 de Setembro de 2018

Dura batalha travará a vossa nação, batalha maior que a sua homenagem que em monumento se ergue.

RECEBIDA: CL

26 de Agosto de 2018

  

nº 1237, publicada a 03 de Setembro de 2018

A dor e o desespero tomarão Manchester.

RECEBIDA: CL

29 de Agosto de 2018

  

nº 1238, publicada a 03 de Setembro de 2018

A dor, a perda e o desespero tomarão Helsínquia quando o sol se puser em madrugada de lua.

RECEBIDA: CL

01 de Setembro de 2018