Mensagem da Mãe 

nº 29, publicada a 29 de Junho de 2011

Querido filho,

A Igreja do meu Jesus muito irá sofrer, por não ter conduzido o rebanho de Deus por suaves prados.

Ai de todo aquele que tem responsabilidade na sua condução e nunca pautou os seus actos, comportamentos e atitudes com correcção; ai de todo aquele que devería ser exemplo e não o foi; ai de todo aquele que usou vãs palavras e do seu coração não acompanhou na vida em exemplo e virtude.

O inimigo apoderou-se totalmente da Igreja do meu Jesus, onde devia existir entrega e doação, humildade e amor, fé e esperança para os necessitados, existe hoje, opulência e majestade, serviência e usurpação.

Existem padres contra padres; bispos contra bispos e cardeais contra cardeais, já não existe a pureza de intenção e assim tudo está corroído até bem fundo das fundações da Igreja.

Esqueceram por completo os basilares suportes do Cristianismo, amor ao próximo incondicional, humildade no bem fazer e praticar, pobreza nos actos e na vida, abnegando em detrimento dos seus rebanhos.

Hoje a Igreja serve pouco a Comunidade e Deus irá cobrar a perda de infinitos vossos irmãos ao longo dos tempos, por isso eis os tempos dolorosos para vós (Igreja), dor maior não existiu, pranto e perseguição e o sangue derramado purificará e renovará a Igreja do meu Jesus.

Eis os tempos dolorosos para vós.

Amo-vos meus filhos e em mim repousam os vossos corações, mesmo quando a vossa entrega não é sincera, assim percebeis que eu aceito todos os meus filhos por igual sem excepções.

França, Lourdes, 25 de Junho de 2011