Filtrar Mensagens:

  

nº 481, publicada a 09 de Abril de 2018

Alegria é movimento,

do desespero do tempo.

Alegria que passa,

permanece ou se arrasta,

num estado de criatividade,

verdade e incerteza.

Alegria não é dom,

é tom de infinito,

coração dançante,

de uma melodia saltitante,

num peito surdo de som inquietante.

Alegria é chuva,

que molha e seca,

as lágrimas da tristeza.

Alegria é canto,

afinado de pássaro,

que a brisa transporta,

e à porta bate,

numa leveza que o tempo traz.

Alegria é momento,

da dor ao tormento,

passado rendido,

em caminho perdido.

Alegria é escutar,

o que não se ouve,

guardar o momento

e prolongá-lo no tempo.

Alegria é acreditar,

na paz que a arrogância abomina,

partir no desalinho,

do destino criado,

vivido e reivindicado.

RECEBIDA: CL

20 de Março de 2018

  

nº 482, publicada a 09 de Abril de 2018

O poder desmedido da arrogância quebra o ser e desvanece o espírito.

RECEBIDA: CL

17 de Março de 2018

  

nº 483, publicada a 09 de Abril de 2018

A pedra que hoje atiras, poderás tropeçar nela amanhã.

RECEBIDA: CL

20 de Março de 2018