Filtrar Mensagens:

  

nº 501, publicada a 01 de Junho de 2018

Justiça nenhuma supera aquela que age no silêncio e no desconhecimento do homem.

RECEBIDA: CL

22 de Maio de 2018

  

nº 502, publicada a 01 de Junho de 2018

Deixar de agir implica perda de conhecimento.

RECEBIDA: CL

22 de Maio de 2018

  

nº 503, publicada a 01 de Junho de 2018

A justiça do PAI é paciente.

RECEBIDA: CL

23 de Maio de 2018

  

nº 504, publicada a 01 de Junho de 2018

Afasta-te do que cria lodo nos elos do teu equilíbrio.

RECEBIDA: CL

28 de Maio de 2018

  

nº 505, publicada a 01 de Julho de 2018

Arrogância é

Rosto da desgraça

Do sentimento que ultrapassa.

Arrogância é

Medo da realidade

Do dever da humildade.

Arrogância é

Presságio

Do vazio de alma frágil.

Arrogância é

Medonha

Ciente de vida enfadonha.

Arrogância é

Beleza

Da máscara da tristeza.

Arrogância é

Ter, querer e não ser.

Arrogância é

Simplesmente não viver.

RECEBIDA: CL

30 de Maio de 2018

  

nº 506, publicada a 01 de Julho de 2018

A vida é tal como as quatro estações do tempo.

Parece morna quando o cinzento toma forma,

castanha quando a alma envelhece atrofiando o espírito,

azul quando os raios da justiça e entendimento se confundem

e colorida quando o equilíbrio se planta no jardim do interior da casa do espírito.

RECEBIDA: CL

11 de Junho de 2018

  

nº 507, publicada a 01 de Julho de 2018

A adversidade fortalece a resistência.

RECEBIDA: CL

21 de Junho de 2018

  

nº 508, publicada a 19 de Julho de 2018

Julga o homem que aquilo que julga está acima de qualquer julgamento.

RECEBIDA: CL

03 de Julho de 2018