nº 775, publicada a 24 de Novembro de 2015

De negro xaile se cobrirá a velha senhora, envergonhada em seu manto a luz não brotará e perto de si cobertos os filhos amedrontados e arrependidos das janelas que correram e para sempre se fecharam.

RECEBIDA: CL

19 de Setembro de 2015