Filtrar Mensagens:

  

nº 660, publicada a 04 de Maio de 2015

Bem alto do esplendor do perdido olhará o Czar o império.

RECEBIDA: CL

17 de Abril de 2015

  

nº 661, publicada a 04 de Maio de 2015

Cairá a noite na Macedónia quando o exército da Lua tomar o poder pela força do lobo que uiva.

RECEBIDA: CL

17 de Abril de 2015

  

Em Cursonº 662, publicada a 04 de Maio de 2015

Carregados pela brisa do Oriente andarão os povos, instalar-se-ão em demanda sem que o regime se aperceba.

RECEBIDA: CL

17 de Abril de 2015

  

nº 663, publicada a 25 de Maio de 2015

Na pele da justiça estará o desassossego no Kosovo.

RECEBIDA: CL

18 de Abril de 2015

  

nº 664, publicada a 25 de Maio de 2015

Afilados estarão os Cossacos pela Roma que ao império será desenvolvida.

RECEBIDA: CL

18 de Abril de 2015

  

nº 665, publicada a 25 de Maio de 2015

O médio oriente instalar-se-á na Europa.

RECEBIDA: CL

19 de Maio de 2015

  

Em Cursonº 666, publicada a 25 de Maio de 2015

Em marcha compassada dançaram cravos e rosas na vossa nação.

Ao som do embuste cantará mais alto a história num rodopio de medo e fome.

Muitos subirão os degraus do castelo sem que rei reine e sem que o pão cresça.

RECEBIDA: CL

19 de Abril de 2015

  

nº 667, publicada a 25 de Maio de 2015

Unir-se-á o Aiatolá ao oposto quando o mar carregar a dor do sono profundo da Lua.

Sobre a luz da noite florescerá o ódio do povo sem que o dia tenha lugar.

RECEBIDA: CL

21 de Abril de 2015

  

nº 668, publicada a 25 de Maio de 2015

Levados pelo crescente de discórdia andarão os povos na Costa do Marfim.

A paz oculta dará lugar à revolta das tormentas da fé sem que a compaixão exista.

RECEBIDA: CL

22 de Abril de 2015

  

nº 669, publicada a 25 de Maio de 2015

Correrá o mar na rua do homem na Nigéria, seguindo os passos e desmoronando a vida, o sustento e o colmo.

RECEBIDA: CL

23 de Abril de 2015

  

nº 670, publicada a 30 de Maio de 2015

Porá o Mundo os olhos na desgraça que abalará o Sri Lanka

RECEBIDA: CL

26 de Abril de 2015

  

nº 671, publicada a 30 de Maio de 2015

O aviso não terá lugar e a desgraça tomará conta de Copacabana onde as tormentas surgirão do nada.

RECEBIDA: CL

27 de Abril de 2015

  

nº 672, publicada a 30 de Maio de 2015

Estéril estará o chão quando o aviso no Faial tiver lugar, acudirão à desgraça os muitos que junto dos mortos partirão.

Longe o céu se cobrirá de negro repousando na terra da cultura do pão.

RECEBIDA: CL

28 de Abril de 2015

  

nº 673, publicada a 30 de Maio de 2015

Quando o fosso do manto romper as tréguas no mar, grande miséria se aproximará dos povos.

RECEBIDA: CL

28 de Abril de 2015

  

nº 674, publicada a 30 de Maio de 2015

No altar do Mundo cairá o aviso sobre os povos de que a mudança não teve lugar.

RECEBIDA: CL

28 de Abril de 2015

  

nº 675, publicada a 30 de Maio de 2015

Perturbada será a paz em Monteverde onde o belo sucumbirá à natureza.

RECEBIDA: CL

29 de Abril de 2015

  

nº 676, publicada a 30 de Maio de 2015

Grande será o queixume dos que o poder contestarão no Senegal. A arma da palavra cobrirá a revolta sem que tenha lugar a paz no infindável e remoto interior do coração do homem.

RECEBIDA: CL

30 de Abril de 2015

  

Concretizadonº 677, publicada a 30 de Maio de 2015

Chegarão à Europa tombados pelo medo e olhados pelo Mundo que não os quer acolher.

RECEBIDA: CL

EM CURSO:

OBS: - A vaga de refugiados que se iniciou e assim continuará!

CONCRETIZADA: 26/03/2020

EXPLICAÇÃO: 26/03/2020

- Ao longo dos últimos anos fruto das instabilidade no médio oriente, nomeadamente na guerra do Iraque e Siria, existiu e ainda continua na actualidade um fluxo sem paralelo de refugiados procurando paz e melhores condições de vida para a Europa. Existem várias rotas, através do mediterrâneo, norte de África, Turquia, entre muitas outras.

Em finais de Fevereiro de 2020 a Turquia levantou as fronteiras e permitiu a passagem de vários milhares de emigrantes que se encontravam no seu território e estes encaminharam-se paras as fronteiras da Grécia e dos países dos Balcãs, onde foram contidos e não permitiram o acesso à Europa.

Esta mensagem está concluída com a última vaga de refugiados vindo da Turquia que somente foi esquecida devido à pandemia do COVID-19.

Um problema que contudo continuará no futuro.

https://www.dw.com/pt-002/turquia-abre-fronteiras-a-refugiados-que-querem-chegar-%C3%A0-europa/a-52619436

https://www.tsf.pt/mundo/turquia-abre-fronteiras-com-a-europa-para-entrada-de-migrantes-e-refugiados-11872205.html

https://www.rtp.pt/noticias/mundo/covid-19-uniao-europeia-quer-evacuar-campos-de-refugiados-na-grecia_n1215027

https://observador.pt/2020/03/08/presidente-da-turquia-sugere-a-grecia-abertura-de-fronteiras/

https://www.dn.pt/mundo/turquia-abre-as-portas-da-europa-aos-refugiados-e-lanca-ofensiva-na-siria-11866974.html

https://www.dn.pt/mundo/turquia-anuncia-abertura-de-fronteiras-com-a-europa-para-entrada-de-migrantes-e-refugiados-11872204.html

30 de Abril de 2015

  

nº 678, publicada a 30 de Maio de 2015

The ungry and the fear will grow up in Europe, to much power and nothing to eat.

"A revolta e o medo crescerão na Europa, o poder será muito e nada haverá para comer."

RECEBIDA: LC

30 de Abril de 2015

  

nº 679, publicada a 30 de Maio de 2015

Incrédulo estará o povo na Indonésia quando a ceifa tiver lugar no Sol Poente.

RECEBIDA: CL

01 de Maio de 2015