Filtrar Mensagens:

  

nº 1540, publicada a 04 de Novembro de 2020

Cairá a terra em Monforte quando a gota que desliza nela aterrar.

RECEBIDA: CL

11 de Outubro de 2020

  

nº 1541, publicada a 04 de Novembro de 2020

Cobertos de morte os céus de Heatrow quando o ponteiro que pára se acender.

RECEBIDA: CL

12 de Outubro de 2020

  

nº 1542, publicada a 04 de Novembro de 2020

Cairá o soberano na batalha de hoje de La Pallice.

RECEBIDA: CL

19 de Outubro de 2020

  

nº 1543, publicada a 04 de Novembro de 2020

Sofrerá Toronto o peso da desgraça que a nuvem branca carrega.

RECEBIDA: CL

19 de Outubro de 2020

  

nº 1544, publicada a 04 de Novembro de 2020

Acorrerá o mundo à Saxónia onde a morte pousará em dia que o calendário marca.

RECEBIDA: CL

19 de Outubro de 2020

  

nº 1545, publicada a 04 de Novembro de 2020

Parará o Mundo em dia que o Sol será cortado.

RECEBIDA: CL

19 de Outubro de 2020

  

nº 1546, publicada a 04 de Novembro de 2020

Sucumbirá a vida em Londres aos desejos dos emissários do oposto.

RECEBIDA: CL

19 de Outubro de 2020

  

nº 1547, publicada a 04 de Novembro de 2020

Roubadas serão as asas aos que de túnica trajam. Descalços os seus pés, penduradas suas vestes e cortadas suas asas em dia que em terra pouca.

RECEBIDA: CL

19 de Outubro de 2020

  

nº 1548, publicada a 04 de Novembro de 2020

Perdido na linha que não corre estará na vossa nação o que de branco fuma.

RECEBIDA: CL

19 de Outubro de 2020

  

nº 1549, publicada a 04 de Novembro de 2020

Chorará Memphis a desgraça que a linha traz e a vida leva.

RECEBIDA: CL

19 de Outubro de 2020

  

nº 1550, publicada a 04 de Novembro de 2020

Carregada a morte em Atenas quando a terra que baloiça se mostrar.

RECEBIDA: CL

26 de Outubro de 2020

  

nº 1551, publicada a 04 de Novembro de 2020

Em Londres sobre os carris que o sol não vê tomará lugar a morte.

RECEBIDA: CL

27 de Outubro de 2020

  

nº 1552, publicada a 04 de Novembro de 2020

Viverá Lisboa o terror que sereno de causa porá à prova o medo.

RECEBIDA: CL

27 de Outubro de 2020

  

nº 1553, publicada a 04 de Novembro de 2020

Atormentada a dor da paz em Cabo Verde quando a mão que fere tomar a morte.

RECEBIDA: CL

03 de Novembro de 2020

  

nº 1554, publicada a 04 de Novembro de 2020

Repleta de medo estará Massamá quando o guerreiro do oposto fizer tombar a desgraça que sobre o povo se abate.

RECEBIDA: CL

03 de Novembro de 2020

  

nº 1555, publicada a 04 de Novembro de 2020

Em queda no Japão o anjo de ferro que a madre terra abraça.

RECEBIDA: CL

03 de Novembro de 2020

  

nº 1556, publicada a 04 de Novembro de 2020

Soprada a morte nas Filipinas pelo ar que voa e pela terra que baloiça ao soar a desgraça.

RECEBIDA: CL

03 de Novembro de 2020

  

nº 1557, publicada a 04 de Novembro de 2020

Ás mãos do morto que cambaleia estará Washington.

RECEBIDA: CL

03 de Novembro de 2020

  

nº 1558, publicada a 04 de Novembro de 2020

Nobre lei de justiça porá à prova a máquina que escreve em Washington, morta a lei e a leitura do que não se vê.

RECEBIDA: CL

03 de Novembro de 2020

  

nº 1559, publicada a 04 de Novembro de 2020

Cambaleando pela Terra que dorme estará a morte no México.

RECEBIDA: CL

03 de Novembro de 2020