Filtrar Mensagens:

  

nº 1640, publicada a 24 de Maio de 2021

Viverá Espanha a desunião às mãos do líder que da Catalunha surgirá.

RECEBIDA: CL

09 de Maio de 2021

  

nº 1641, publicada a 24 de Maio de 2021

Sentida será a terra em Almograve.

RECEBIDA: CL

16 de Maio de 2021

  

nº 1642, publicada a 13 de Julho de 2021

Renascida será a dor da perda da morte em Teerão.

RECEBIDA: CL

19 de Maio de 2021

  

nº 1643, publicada a 13 de Julho de 2021

Abraçada pela desgraçada será a Sicília quando do interior da terra se aproximar.

RECEBIDA: CL

24 de Maio de 2021

  

nº 1644, publicada a 13 de Julho de 2021

A dor das armas que ninguém cala se mostrarão em Lisboa.

RECEBIDA: CL

26 de Maio de 2021

  

nº 1645, publicada a 13 de Julho de 2021

Tomará o mal as rédeas em Londres no coração da América.

RECEBIDA: CL

31 de Maio de 2021

  

nº 1646, publicada a 13 de Julho de 2021

Tremerá a vida na Islândia quando o amanhecer de terra se pintar.

RECEBIDA: CL

05 de Junho de 2021

  

nº 1647, publicada a 13 de Julho de 2021

Grande será a dor que a terra infligirá ao homem.

Desesperada a sua alma em tempo que a voz determina.

RECEBIDA: CL

07 de Junho de 2021

  

nº 1648, publicada a 13 de Julho de 2021

Cairá Singapura às mãos da terra que dela se contempla.

RECEBIDA: CL

07 de Junho de 2021

  

nº 1649, publicada a 13 de Julho de 2021

Cairá o Chile ás mãos da intempérie que porá à prova o poder e o povo.

RECEBIDA: CL

08 de Junho de 2021

  

nº 1650, publicada a 13 de Julho de 2021

Ouvido será o toque da morte em Sevilha.

RECEBIDA: CL

13 de Junho de 2021

  

nº 1651, publicada a 13 de Julho de 2021

Será maior que a grandiosidade da Península Ibérica, rugirá nos céus e uivará o grito da morte e da destruição.

RECEBIDA: CL

13 de Junho de 2021

  

nº 1652, publicada a 13 de Julho de 2021

Coberto de sangue o céu da Noruega quando a ceifa que o oposto impõe tiver lugar.

RECEBIDA: CL

24 de Junho de 2021

  

nº 1653, publicada a 13 de Julho de 2021

Negra dor será imposta ao Liechtenstein.

RECEBIDA: CL

30 de Junho de 2021

  

nº 1654, publicada a 13 de Julho de 2021

Acordado será o povo no Carregado pelo som que a terra ruge e não mostra.

RECEBIDA: CL

02 de Julho de 2021

  

nº 1655, publicada a 19 de Agosto de 2021

Silenciosa a morte na Rússia que a peste liberta.

Nas mãos o sangue que os olhos escondem.

RECEBIDA: CL

05 de Julho de 2021

  

nº 1656, publicada a 19 de Agosto de 2021

Anunciada será a ceifa do alimento no sul de Inglaterra.

RECEBIDA: CL

06 de Julho de 2021

  

nº 1657, publicada a 19 de Agosto de 2021

Alta a desgraça que do ar se avizinha em Copacabana.

RECEBIDA: CL

11 de Julho de 2021

  

nº 1658, publicada a 19 de Agosto de 2021

Negra estará a maré na Manta Rota.

RECEBIDA: CL

12 de Julho de 2021

  

nº 1659, publicada a 19 de Agosto de 2021

Serão aos milhares os que darão à costa na Costa Leste da América, mortos pelas águas que sempre os acolheram.

RECEBIDA: CL

14 de Julho de 2021