Filtrar Mensagens:

  

nº 1721, publicada a 17 de Novembro de 2021

Nova e conhecida será a desgraça que se abaterá sobre Notre Dame.

RECEBIDA: CL

17 de Setembro de 2021

  

nº 1722, publicada a 17 de Novembro de 2021

Sairão aos milhares das entranhas da terra no Algarve e deixarão um rasto de fome e destruição.

RECEBIDA: CL

17 de Setembro de 2021

  

nº 1723, publicada a 17 de Novembro de 2021

Grande será a dor da terra nos Alpes, descerá montanha abaixo num murmúrio branco de morte.

RECEBIDA: CL

17 de Setembro de 2021

  

nº 1724, publicada a 17 de Novembro de 2021

Assombrados e emboscados pela morte estarão os da lei na vossa nação.

RECEBIDA: CL

18 de Setembro de 2021

  

nº 1725, publicada a 17 de Novembro de 2021

Surgirá no sul da vossa nação a enfermidade.

RECEBIDA: CL

18 de Setembro de 2021

  

nº 1726, publicada a 17 de Novembro de 2021

Levada a cabo será a ceifa com o desconhecido impossível de alcançar mas ao serviço do oposto.

RECEBIDA: CL

18 de Setembro de 2021

  

nº 1727, publicada a 17 de Novembro de 2021

Rasgados serão os céus de França pela intempérie que não cessa e que o tempo não leva.

RECEBIDA: CL

19 de Setembro de 2021

  

nº 1728, publicada a 17 de Novembro de 2021

Soprado por um leito de morte estará Frankfurt quando o destino rápido se cumprir.

RECEBIDA: CL

20 de Setembro de 2021

  

nº 1729, publicada a 17 de Novembro de 2021

Tempo de desespero tomará o Peru quando a dança da terra tomar lugar.

RECEBIDA: CL

20 de Setembro de 2021

  

nº 1730, publicada a 17 de Novembro de 2021

Não haverá tempo de aviso na linha de Sesimbra.

RECEBIDA: CL

20 de Setembro de 2021

  

nº 1731, publicada a 17 de Novembro de 2021

Dançará a Guatemala ao som da Terra.

RECEBIDA: CL

23 de Setembro de 2021

  

nº 1732, publicada a 06 de Janeiro de 2022

Tombarão as Filipinas às mãos da terra que mata e dança.

RECEBIDA: CL

27 de Setembro de 2021

  

nº 1733, publicada a 06 de Janeiro de 2022

Semeado será o caos na Pensilvânia quando a morte sem sustento tomar lugar.

RECEBIDA: CL

28 de Setembro de 2021

  

nº 1734, publicada a 06 de Janeiro de 2022

Não dará tréguas a dor em Vilar de Andorinho.

RECEBIDA: CL

29 de Setembro de 2021

  

nº 1735, publicada a 06 de Janeiro de 2022

A morte não perdoará a ceifa que em Idanha-a-Nova tomará lugar.

RECEBIDA: CL

30 de Setembro de 2021

  

nº 1736, publicada a 06 de Janeiro de 2022

Acordará da sua fúria o gigante que adormecido e madrugador mostrará toda a sua inquietação na Sicília.

RECEBIDA: CL

01 de Outubro de 2021

  

nº 1737, publicada a 06 de Janeiro de 2022

Em muito poucos lugares poderá viver o homem, a natureza e a sua força se irão apoderar do seu espaço.

RECEBIDA: CL

02 de Outubro de 2021

  

nº 1738, publicada a 06 de Janeiro de 2022

Em tempo que a solidão não espera, tomada será Nova Jérsia pela morte.

RECEBIDA: CL

02 de Outubro de 2021

  

nº 1739, publicada a 06 de Janeiro de 2022

Não estará a salvo a vossa nação da fúria dos gigantes que adormecidos não estão.

RECEBIDA: CL

06 de Outubro de 2021

  

nº 1740, publicada a 06 de Janeiro de 2022

Grande a aflição em Vila do Conde quando a dança da terra tiver lugar.

RECEBIDA: CL

07 de Outubro de 2021