Mensagem do Pai 

nº 12, publicada a 26 de Abril de 2011

Ninguém vem a mim, senão através do meu filho, pois quem acredita nele, acredita em mim.

A humanidade atravessa os seus momentos mais aterradores, fruto das escolhas do homem ao longo de toda a sua história.

Fácil, sempre foi para vós tomarem o caminho mais fácil, mais apelativo e porém sempre ignoraram as várias mensagens que sempre incumbi os meus mensageiros de vos transmitirem.

A vossa Mãe, sempre preocupada e atenta à vossa conduta, tudo fez e concretizou, chamando até si os mais simples e mais pequeninos, para que vós entendesses que somente nessa condição, poderíeis ser herdeiros do Reino de Deus e ao invés de perceberem o seu significado entendendo a mensagem, a "verdadeira mensagem", preocuparam-se inicialmente em descredibilizar as suas mensagens.

Ainda hoje o fazeis através daqueles que são os seus interlocutores, portadores das suas preocupações para vós.

Não dais ouvidos a tudo quanto ela vos tem transmitido e avisado.

Enviei o meu filho no tempo em que foi necessário fazer entender o homem da necessidade da mudança, hoje verifico que pouco mudou na essência de cada um de vós.

Nestes tempos actuais já se encontra novamente entre vós aquele que vos enviei para vos reunir e preparar o vosso lugar.

Não perdeis tempo, pois ele não é abundante.

Ouvi as suas palavras e tereis a salvação.

Ala Shalon.

Vila do Conde, 26 de Abril de 2011