Mensagem da Mãe 

nº 5, publicada a 30 de Março de 2011

2ª Parte

Queridos Filhos,

Que todos venham até vós e que sintam a felicidade e paz suprema. Saberão então que o meu "tesouro" já está a descoberto e todo aquele que vem com a sinceridade na alma e a simplicidade no coração, entenderá aquilo que os olhos não vêem e os ouvidos não escutam.

Arrebanhai o rebanho de Deus e preparai-o, pois este é o tempo para separar o lobo do cordeiro, o trigo do joio e colocar a descoberto a verdade e a revelação dos seus desejos.

A Igreja Católica muito sofrerá por se ter desviado dos seus originais ensinamentos, grandes e profundas alterações estão prestes a ocorrer no Vaticano. A confusão espiritual iniciar-se-á então, e a maioria sentir-se-á perdida e errante.

Sabei pois que tudo isto tem de acontecer, para que se cumpra a missão daquele que vem para repor a verdade e a justiça, sendo o semblante divino do restabelecimento da nova arca da aliança entre Deus e os homens para a transformação da sua Igreja.

Amo-vos meus filhos e em mim repousam os vossos corações, mesmo quando a vossa entrega não é sincera, assim percebeis que eu aceito todos os meus filhos por igual sem excepções.

Sameiro, Braga, 26 de Março de 2011