Mensagem da Mãe 

nº 7, publicada a 04 de Abril de 2011

Queridos filhos,

Deus chama-vos à partilha e à convivência mútua, na entreajuda entre vós e entre as nações.

O tempo é de conciliação e união para os povos, pois somente assim podereis derrotar aquele que vos quer fazer fracassar.

Não percais tempo, é precioso cada dia que passa, não sentis, que tudo está em mudança e constante mutação?

Inicia-se no coração de todos a inquietude, e o medo instala-se em definitivo.

Sabei que se somente caminhardes na direcção que vos aponto, é que encontrareis a paz, força, esperança e fé, que tudo vencerá nos momentos mais decisivos para todos vós.

Não se percam em ilusões e vagos sentimentos de segurança, porque quanto menos estiverdes à espera, sereis surpreendidos.

Estais no tempo das escolhas, tudo quanto era seguro, já não será mais.

Sou a vossa Mãe e somente quero o vosso bem.

A Itália estremecerá e muito irá sofrer devido às várias convulsões que a aguardam.

Quero que atentais que somente vos quero alertar para a necessidade da mudança em cada um de vós, porque, em verdade vos digo, que tudo se iniciou e nada mais ou ninguém o poderá travar.

Amo-vos meus filhos e em mim repousam os vossos corações, mesmo quando a vossa entrega não é sincera, assim percebeis que eu aceito todos os meus filhos por igual sem excepções.

Vila do Conde, 01 de Abril de 2011